Conservantes: conheça os principais riscos!

Com o intuito de prolongar a aparência, sabor e odor dos alimentos, as empresas da indústria alimentícia têm cada vez mais apostado no uso de conservantes. 

No entanto, embora obtenham sucesso na tarefa de conservar o aspecto dos alimentos, os conservantes são substâncias que podem trazer inúmeros danos para a saúde, desde reações alérgicas até mesmo câncer, em casos de consumo prolongado. 

No post de hoje separamos alguns problemas e doenças que podem ser causados pelos principais tipos de conservantes. 

O que são conservantes?

Primeiramente, os conservantes são substâncias químicas, muito utilizadas na indústria alimentícia para controlar o crescimento de bactérias, fungos e bolor, além de impedir o mau odor e aumentar o prazo de validade dos alimentos. 

Alguns conservantes como os aromatizantes, corantes e acidulantes, por exemplo, são responsáveis por dar determinado odor, cor ou sabor aos alimentos, respectivamente. 

Antioxidantes 

São amplamente usados em carnes e alimentos processados.

Como exemplos de antioxidantes, existem os ácidos benzóicos, nitratos, nitritos, podendo ser sintéticos como hidroxianisol e galato de propila, ou naturais como tocoferóis ou ácidos fenólicos. 

O uso de antioxidantes sintéticos pode causar alergia, mutações genéticas, hipersensibilidade, distúrbios gastrointestinais e câncer de estômago e esôfago. 

Corantes 

Os corantes sintéticos ou artificiais estão associados a problemas como reações alérgicas, rinite, hiperatividade, tumores e outros. 

Alguns corantes sintéticos ainda permitidos no Brasil, já foram proibidos em outros países por conta das possíveis reações e danos à saúde. 

Aromatizantes

Responsáveis por trazer “cheirinhos” agradáveis para diversos alimentos, os aromatizantes podem ser classificados como naturais, sintético artificial ou sintético idêntico ao natural.

Embora os naturais não apresentem perigo, os artificiais e em doses elevadas, podem causar problemas respiratórios, doenças degenerativas, ações irritantes e narcóticas.

Umectantes 

Umectantes são substâncias que evitam que o alimento perca a umidade, impedindo o seu ressecamento. Podem causar efeito laxativo, distúrbios gastrointestinais e problemas de circulação pulmonar. 

Acidulantes

Com a função de acentuar o sabor “azedinho” nos alimentos, os acidulantes, como ácido cítrico, fosfórico ou lático, quando usados em excesso podem causar cirrose hepática e descalcificação de dentes e ossos. 

Embora os conservantes estejam presentes na grande maioria dos produtos alimentícios industrializados, ainda existem opções mais saudáveis. 

Na hora de selecionar e comprar alimentos esteja sempre atento às informações nutricionais e aos conservantes utilizados, optando sempre por produtos que façam o uso de ingredientes naturais, fugindo dos processados.

Aqui na Embrare Refeições, todos os nossos cardápios e dietas são elaborados sem o uso de conservantes, optando sempre por produtos e ingredientes naturais. Saiba mais sobre nossas refeições saudáveis ao solicitar um orçamento!

SIGA NOSSO INSTAGRAM